terça-feira, 18 de outubro de 2016

O PERIGO DO BEIJA-MÃO

Luiz L. Marins

18/10/2016


Por favor, peço que compreendam o que escreverei agora, e não julguem pela emoção sem antes refletir.

Muitas doenças podem ser transmitidas pela saliva, e um simples ato de beija-mão, principalmente quando realizado em FILA, implica em sério risco à saúde.

Vejamos aqui uma lista de algumas doenças transmitidas pela saliva:

http://w2.fop.unicamp.br/biosseguranca/tops/top2.htm

Nesta lista não está incluso a mais terrível de todas, que é a "hanseníase", popularmente conhecida como lepra.

Apesar de todo amor, carinho e respeito com que é feito, expõe a pessoa em contato com saliva. Este é um ato que precisa ser repensado em nome da saúde.

Não há necessidade de se beijar as mãos, por mais amor que se tenha neste ato. Podemos tocar a testa (iwájú orí) nas mãos da pessoa que queremos reverenciar. O efeito simbólico é o mesmo, e o axé também

Por favor, pensem nisso, e não me julguem mal.

Ìlera! (Saúde)

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

O COSTUME DE ENTERRAR OS SEUS PARENTES MORTOS NO PÁTIO DA RESIDENCIA

Por Erick Wolff de Oxalá
17/10/2016

Após quatro anos da morte da mãe de Sola Atanda, ele faz uma simples homenagem na frente dos restos mortais da sua mãe, que está enterrada na frente da sua casa. Notem que os Ioruba não costumam enterrar os seus entes distantes da sua moradia, podendo chamar este local de Iboku, um local sagrado para manter os seus mortos por perto.

Vale observar os tambores Ioruba tocados com varetas, o que para algumas casas do Batuque do R.S., acreditavam que apenas os Jeje tocariam com estas varetas.

veja o vídeo;